13 de mai de 2012

treze

Eu queria ter me despedido dele, queria ter um número parar ligar quando sentisse saudade. Queria, de verdade, vê-lo mais uma vez, falar com ele, sair para dar um passeio, olhar o mundo do lado dele. Sinto essa falta de sentir-me encantada, sabe como é? Sinto falta de admirar alguém como o admirava. Sinto coisas confusas e tenho sonho confusos com ele. Sinto um amor, um carinho, uma saudade, uma amargura. Sinto até aquela paixão de novo. Porque eu lembro que gostava tanto dele e gostava tanto de mim pelo que eu era com ele. Sinto estranheza em ver um homem que abriga o mesmo corpo, a mesma voz, tem os mesmos gestos, mas que não é a mesma pessoa. Queria voltar a trocar bilhetes, tenhos alguns comigo que servem apenas para me fazer dar um breve sorriso. É um propósito justo. Queria voltar a tê-lo por perto todo o tempo. Queria abraçá-lo e sentir seu coração bater junto ao meu, rir disso e sentir o seu sorriso se abrir junto ao meu também. Queria que o dia de hoje tivesse novamente um significado. Queria também não ter esse sentimento de nostalgia porque é muito duro sentir falta de um amor que morreu cedo demais.

Um comentário:

Janayna disse...

minhas palavras...