6 de mar de 2012

quebra-cabeça

A primeira vez que eu concluí que amar não é suficiente, foi horrível. É negativo demais pra minha cabecinha romântica e sonhadora. Mas, é hora de encarar a realidade. As pessoas são tão bonitas, tão bonitas, que chega a ser cruel que tanta beleza no sorriso delas seja transformada em lágrimas. Eu falo pelo grupo dos que não querem só amar, querem ser amados de volta. Não queremos só a companhia, queremos também ser únicos, exclusivos. Estamos errados por isso? Eu não sei. Mas alguns estão querendo isso, e só ficarão satisfeitos quando a realidade for assim, apenas dois e um coração desenhado com giz de cera vermelho entre eles. Outros estão querendo exatamente o oposto. Querem estar livres, querem desfrutar de todas as belezas que há no mundo. Quem está errado? Ambos estão certos. Ambos querem ser felizes e não existe só um caminho nem para chegar a Deus, nem para chegar a tal da felicidade. Mas se os dois se amam e cada um pertence a um grupo e cada um quer o oposto, me ajuda a desvendar o quebra-cabeça que é os dois ficarem juntos, porque essa brincadeira é mais difícil do que eu pensava.

Nenhum comentário: